ISQ cria Hub de qualificação para o mar

O ISQ assinou, no dia 5 de junho, um importante Protocolo de Cooperação que estabelece as condições para a criação de um “Hub” de Qualificação e Formação para a Construção, Reparação Naval & Gestão Portuária, num evento que contou com o alto patrocínio do Presidente da República. Tratou-se da 7ª. edição do Fórum do Mar – Business2Sea 2017 – que decorreu no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, subordinado ao tema “Tecnologias e Indústrias Oceânicas”.

O HUB de Qualificação e Formação para a Construção/Reparação Naval & Gestão Portuária consiste num consórcio constituído pelo ISQ, AtlanticEagle Shipbuilding, Universidade de Coimbra e Quasar. “Trata-se de uma parceria privada que visa dinamizar a qualificação dos profissionais que trabalham nos portos, a partir de experiências já realizadas noutros países e que são consideradas boas práticas. O objetivo é alargar no futuro a outros parceiros, nomeadamente na área da I&D prevendo-se a internacionalização”, sublinha Margarida Segard, adjunta da direção de formação do ISQ.

Segundo Pedro Matias, Presidente do ISQ, “Trata-se de criar uma parceria sólida e sustentável entre stakeholders estratégicos em Portugal neste setor, oriundos da Indústria Naval, Universidades, Centros Tecnológicos e Organismos Nacionais e Regionais, que permitam dinamizar, inovar, criar emprego qualificado, gerar maiores níveis de competitividade, impulsionar a internacionalização e acompanhar os desafios do paradigma económico e tecnológico da digitalização da industria no quadro da indústria 4.0”.

ISQ

ISQ

O ISQ é uma entidade privada e independente com 50 anos de actividade, que presta serviços de inspecção, ensaio, formação e consultoria técnica.

Oferecemos aos nossos clientes serviços e soluções integradas e inovadoras garantindo a conformidade dos seus activos e produtos com as normas e regulamentos em termos de qualidade, segurança, ambiente e responsabilidade social.
ISQ
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer contribuir para a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixar uma resposta