ISQ entrega diplomas internacionais da International Telecommunication Union

O ISQ entregou, durante o mês de dezembro, diplomas internacionais em telecomunicações emitidos pelo International Telecommunication Union (ITU) e pelo ISQ.

O ISQ é um dos cinco centros de excelência europeus do ITU – único em Portugal – e tem vindo a dinamizar cursos de formação, em português e inglês, em áreas ligadas à interoperabilidade e conformidade, bem como à instalação de redes de telecomunicações e fibra ótica.

Os diplomas ITU foram entregues a participantes portugueses e estrangeiros, maioritariamente oriundos de Autoridades Reguladoras Nacionais, tais como a ANACOM, a Autoridades do Egipto e da Albânia.

“O ISQ demonstrou ter um elevado conhecimento teórico e prático na área da avaliação da conformidade e interoperabilidade, fortemente demonstrado nas sessões práticas em laboratório; recomendo este curso de Interoperabilidade e avaliação da conformidade aos meus colegas egípcios e a todas as Autoridades nacionais e fabricantes de produtos para as telecomunicações”, referiu Moahamed Hegazi, da National Telecom Regulatory Authority (NTRA) Egypt.

Prevê-se ainda que sejam realizados cursos de formação de formadores portugueses nestas áreas, visando a atualização de competências tecnológicas e a sua qualificação internacional, no âmbito de um projeto de cooperação com o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) e o seu Centro Nacional de Qualificação de Formadores (CNQF), dando, deste modo, uma inovadora resposta nacional ao objetivo europeu de excelência na formação (Objetivos da Declaração de Riga) e do ITU.

ISQ

ISQ

O ISQ é uma entidade privada e independente com 50 anos de actividade, que presta serviços de inspeção, ensaio, formação e consultoria técnica.

Oferecemos aos nossos clientes serviços e soluções integradas e inovadoras garantindo a conformidade dos seus activos e produtos com as normas e regulamentos em termos de qualidade, segurança, ambiente e responsabilidade social.
ISQ
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer contribuir para a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixar uma resposta