Portugal vai acolher a próxima Assembleia Geral da CEOC

A CEOC – International Confederation of Inspection and Certification Organisations – vai reunir em Lisboa. Esta é uma organização internacional da maior importância que agrega as principais empresas e entidades europeias na área da certificação e inspeção e que no seu conjunto têm atividades em mais de 100 países, empregam mais de 100.000 pessoas e representam um volume de negócios de mais de 9000 milhões de euros.

Pedro Matias, presidente do ISQ, foi eleito esta semana em Lyon (França) membro do “Board of Directors” desta Confederação Internacional e apresentou a candidatura de Portugal para acolher a próxima Assembleia Geral da CEOC. A candidatura de Portugal ganhou por unanimidade e vai assim ter lugar em Lisboa em junho de 2018.

O mercado mundial de organismos de certificação e inspeção é um mercado gigante onde grandes empresas como a SGS, Bureau Veritas, Intertek, Dekra, TUV, Eurofins, Applus e outras disputam um mercado mundial de serviços estimado em mais de 200.000 milhões de euros.

Segundo Pedro Matias, “é preciso, cada vez mais, colocar portugueses em lugares chave a nível internacional e, onde as decisões de hoje têm um enorme impacto na indústria e na economia de amanhã”. Com a “digitalização da economia grande parte dos standards e das normas internacionais vão ser alteradas. É uma revolução o que aí vem”.

A CEOC é assim a Confederação que agrega grande parte destas entidades e faz a ligação com os serviços das Instituições Europeias e da Comissão Europeia, Associações Empresariais, Associações de Consumidores e Entidades de Standars e Acreditação.

ISQ

ISQ

O ISQ é uma entidade privada e independente com 50 anos de actividade, que presta serviços de inspecção, ensaio, formação e consultoria técnica.

Oferecemos aos nossos clientes serviços e soluções integradas e inovadoras garantindo a conformidade dos seus activos e produtos com as normas e regulamentos em termos de qualidade, segurança, ambiente e responsabilidade social.
ISQ
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer contribuir para a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixar uma resposta