ISQ Brasil já inspecionou mais de 1 milhão de peças à VSB

O ISQ Brasil celebra 15 anos de parceria com a Vallourec & Sumitomo Tubos do Brasil em inspeções de Recebimento, da qual resultam mais de 1 milhão de equipamentos e componentes de substituição inspecionados, que são essenciais no processo de produtividade da empresa.

A inspeção de recebimento visa verificar a conformidade de equipamentos e componentes que são adquiridos pela fábrica. Estes componentes e equipamentos, uma vez em conformidade com os requisitos de projeto e fabricação, estarão disponíveis para serem usados na fábrica, garantindo a continuidade operacional da mesma, o nosso trabalho, portanto, é validar a perfeita adequação ao requisitos especificados na compra/projeto, evitando perdas nos processos produtivos por falhas de fabricação.

Em junho de 2020 o ISQ Brasil completa 6 anos de contrato na unidade em Jeceaba, município do Estado de Minas Gerais.

A Vallourec & Sumitomo Tubos do Brasil (VSB) atua no setor siderúrgico e tem a capacidade de produzir 1 milhão de toneladas de aço bruto anualmente. Já na unidade de Belo Horizonte, Minas Gerais o ISQ já presta serviços de inspeção de recebimento de maneira continuada desde o ano de 2005.

Essa parceria, através do serviço de Inspeção de Recebimento, resultou em 1 milhão de peças de equipamentos inspecionadas e 8 mil não conformidades geradas. São 15 anos de confiança no trabalho desenvolvido pelo ISQ Brasil e 15 anos de  perdas evitadas para Vallourec.

ISQ

O ISQ é uma entidade privada, independente, com sede em Portugal e que oferece aos seus clientes um vasto conjunto de serviços de Engenharia, Consultoria Técnica, Inspeções Técnicas, Ensaios e Testes e desenvolve também atividades de I&DT e Inovação.

Estes serviços são desenvolvidos pelo ISQ, ou pelas suas empresas participadas, recorrendo a equipas multidisciplinares e apoiadas em mais de 20 laboratórios acreditados. Os serviços são dirigidos aos sectores de Oil & Gas, Energia, Automóvel, Aeroespacial, Indústrias de Processo, Saúde, Transportes, Mobilidade, entre outros.
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer contribuir para a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.