Apresentação do projeto PASSARO no Cluster aeronáutico

No passado dia 27 de outubro, o projeto PASSARO foi apresentado oficialmente no Cluster aeronáutico, no Instituto de Defesa Nacional, em Lisboa. O projeto tem como objetivo desenvolver e testar materiais, de forma a integrar tecnologias inovadoras que permitam melhorar a segurança, a eficiência e a sustentabilidade das aeronaves.

O ISQ, a Caetano Aeronautics, o INEGI e a Aertec associaram-se à Airbus Defence and Space para reforçar as capacidades de resistência e de segurança dos aviões. O PASSARO integra ainda um consórcio de empresas do Aerocluster Portugal ligadas ao sector aeronáutico, nomeadamente a AlmaDesign, CEIIA, Critical Materials, Edisoft, GMV, Optimal e Tekever.

Com um financiamento comunitário de 4,5 milhões de euros, a atribuição deste projeto a este consórcio com empresas e entidades portuguesas vem sublinhar o papel crescente que o sector das indústrias nacionais da aeronáutica, espaço e defesa (AED) tem na economia nacional e poderá ter um efeito multiplicador nos próximos anos, não só em crescimento do negócio, mas também no reforço do prestígio.

O projeto PASSARO terá um prazo de desenvolvimento previsto de quatro anos, contando com 11 parceiros e cerca de 30 pessoas a tempo inteiro.

 

ISQ

ISQ

O ISQ é uma entidade privada, independente, com sede em Portugal e que oferece aos seus clientes um vasto conjunto de serviços de Engenharia, Consultoria Técnica, Inspeções Técnicas, Ensaios e Testes e desenvolve também atividades de I&DT e Inovação.

Estes serviços são desenvolvidos pelo ISQ, ou pelas suas empresas participadas, recorrendo a equipas multidisciplinares e apoiadas em mais de 20 laboratórios acreditados. Os serviços são dirigidos aos sectores de Oil & Gas, Energia, Automóvel, Aeroespacial, Indústrias de Processo, Saúde, Transportes, Mobilidade, entre outros.
ISQ
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer contribuir para a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.