Grupo ISQ apresentou na OVIBEJA soluções para transição digital do setor agrícola

Na 35ª. edição da Ovibeja, o Grupo ISQ colocou à disposição do sector agroindustrial um leque de serviços regulamentares e tecnológicos nas áreas de solo, matéria vegetal e água, segurança alimentar, embalagens de transporte e contacto alimentar, recursos e resíduos, sistemas e processos, segurança e ambiente e investigação e desenvolvimento e inovação.

O Grupo ISQ “reforça assim a sua aposta no setor primário que enfrenta grandes desafios tecnológicos, disponibilizando a sua infraestrutura e conhecimento para apoiar a aceleração da transição digital no sector agrícola, o que permitirá aumentar a produtividade, competitividade bem como o desempenho ambiental, contribuindo para uma gestão sustentável e eficiente dos sistemas agroindustriais”, refere Pedro Matias, Presidente do ISQ.

A transição digital no sector agrícola é irreversível. Em causa está a duplicação da produção de alimentos até 2050 para responder ao crescimento exponencial da população, o que implica aumentar o rendimento das culturas sem aumentar a área de produção, reduzir custos de produção e o impacte ambiental promovendo a biodiversidade, diminuir os consumos de água e de energia, não esquecendo as alterações climáticas. Em suma, “garantir a segurança alimentar de uma população em crescimento

ISQ

ISQ

O ISQ é uma entidade privada, independente, com sede em Portugal e que oferece aos seus clientes um vasto conjunto de serviços de Engenharia, Consultoria Técnica, Inspeções Técnicas, Ensaios e Testes e desenvolve também atividades de I&DT e Inovação.

Estes serviços são desenvolvidos pelo ISQ, ou pelas suas empresas participadas, recorrendo a equipas multidisciplinares e apoiadas em mais de 20 laboratórios acreditados. Os serviços são dirigidos aos sectores de Oil & Gas, Energia, Automóvel, Aeroespacial, Indústrias de Processo, Saúde, Transportes, Mobilidade, entre outros.
ISQ
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer contribuir para a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.