Inspeção na Ponte sobre o rio Tâmega

Em novembro o ISQ concluiu uma campanha de inspeção e ensaio às estruturas de betão-armado e pré-esforçado da ponte sobre o rio Tâmega, localizada na autoestrada A4.

O objetivo deste trabalho foi caraterizar o estado estrutural da ponte e as anomalias que se manifestam na superfície das estruturas, cuja ocorrência pode influenciar a durabilidade e condicionar o projeto de reabilitação. O ISQ realizou uma inspeção visual sobre todos os elementos estruturais, quer pelo interior (vigas, caixão e pilares vazados), quer pelo exterior.

Para este trabalho contou com a colaboração do gabinete de projetos Armando Rito Engenharia, entidade parceira do ISQ, que elaborou um plano de inspeção e ensaios, concretizados pela equipa de inspeção do ISQ, onde se destacaram as observações e a realização de ensaios de diagnóstico.

O ISQ agrega atualmente um histórico significativo de inspeções e de ensaios em pontes, onde se incluem exemplos como os ensaios à ponte do Garvão, em Ourique ou, a inspeção de dois viadutos na autoestada A1, em Coimbra. Para 2017 está prevista a inspeção e ensaios do viaduto do Vale do Rio Este, na autoestrada A3, junto ao nó de Braga.

ISQ

ISQ

O ISQ é uma entidade privada, independente, com sede em Portugal e que oferece aos seus clientes um vasto conjunto de serviços de Engenharia, Consultoria Técnica, Inspeções Técnicas, Ensaios e Testes e desenvolve também atividades de I&DT e Inovação.

Estes serviços são desenvolvidos pelo ISQ, ou pelas suas empresas participadas, recorrendo a equipas multidisciplinares e apoiadas em mais de 20 laboratórios acreditados. Os serviços são dirigidos aos sectores de Oil & Gas, Energia, Automóvel, Aeroespacial, Indústrias de Processo, Saúde, Transportes, Mobilidade, entre outros.
ISQ
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer contribuir para a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.