ISQ apresenta diagnóstico para performance das cidades

O FICIS´2020, forum internacional de comunidades inteligentes e sustentáveis, começa hoje e prolonga-se até dia 16 de Abril. O debate sobre “The Future Cities” será transmitido Online via Livestream no Facebook e visa o reforço da notoriedade das cidades e a sua afirmação enquanto polos de atração com base na inovação para o bem-estar e felicidade das comunidades. Pretende mostrar uma abordagem integrada e transversal dos principais avanços e perspetivas que permitem responder às necessidades das comunidades do presente e do futuro. O ISQ vai participar no dia 16, na sessão “Smart Energy & Urban Environment” com o  tema “Metabolismo e Performance das Cidades”.

No enquadramento atual, e “numa fase pós-COVID, será ainda mais importante esta abordagem, usando indicadores que permitam diagnosticar o desenvolvimento sustentável, a qualidade de vida e a capacidade de reinvenção das cidades. O ISQ desenvolveu uma metodologia que permite, através destes indicadores definidos pela Norma NP ISO 37120, uma análise holística ao desenvolvimento sustentável das cidades e das regiões”, esclarece Anabela Bento, especialista do ISQ em smart cities e sustentabilidade.

O serviço do ISQ permite um diagnóstico inicial e avaliação do desempenho da cidade ao abrigo da Norma NP ISO 37120 – Desenvolvimento Sustentável e Indicadores para os Serviços Urbanos e Qualidade de Vida. Sendo parte integrante de uma nova série de normas internacionais em desenvolvimento para uma abordagem holística e integrada ao desenvolvimento sustentável e à resiliência, o conjunto de indicadores da Norma NP ISO 37120 ( Economia, Educação, Energia, Ambiente, Finanças, Resposta a incêndios e a emergências, Governança, Saúde, Recreio, Segurança, Alojamento, Resíduos, Telecomunicações e Inovação, Transportes, Planeamento urbano, Águas residuais, Água e saneamento) fornece uma abordagem uniforme ao que é medido e à forma como essa medição é realizada. Estes indicadores são utilizados para acompanhar e monitorizar o progresso do desempenho da cidade e até da região, de modo a obter um desenvolvimento sustentável caracterizado.

Esta metodologia garante uma análise contínua do desempenho da cidade, conseguindo orientar o seu desenvolvimento através da medição da gestão de desempenho, o que permite um planeamento estratégico mais eficaz e suporta da tomada de decisão para o desenvolvimento de políticas públicas e de definição de prioridades, com a possibilidade de partilha das melhores práticas implementadas, integrada numa política de transparência com os cidadãos.

“Este diagnóstico permite ainda a alavancagem do financiamento e reconhecimento do governo nacional e de entidades e empresas internacionais. Através do market intelligence e do business intelligence ter-se-á a oportunidade de analisar investimentos e de atrair o turismo. Isto permitirá às cidades e regiões a sua competitividade e desenvolvimento económicos”, reforça Anabela Bento.

ISQ

O ISQ é uma entidade privada, independente, com sede em Portugal e que oferece aos seus clientes um vasto conjunto de serviços de Engenharia, Consultoria Técnica, Inspeções Técnicas, Ensaios e Testes e desenvolve também atividades de I&DT e Inovação.

Estes serviços são desenvolvidos pelo ISQ, ou pelas suas empresas participadas, recorrendo a equipas multidisciplinares e apoiadas em mais de 20 laboratórios acreditados. Os serviços são dirigidos aos sectores de Oil & Gas, Energia, Automóvel, Aeroespacial, Indústrias de Processo, Saúde, Transportes, Mobilidade, entre outros.