ISQ apresenta dispositivo inovador de realidade virtual

O ISQ apresentou no Salão Internacional “Berlin Airshow – ILA”, um inovador protótipo de um dispositivo móvel de Realidade Virtual para apoio à manutenção aeronáutica e que quer ver aplicado no sector da aeronáutica.

Este protótipo inovador foi desenvolvido pelo ISQ no âmbito do Projeto Internacional AIRMES – Airline Maintenance Operations implementation, que reúne vários parceiros.

O protótipo de realidade virtual otimiza a realização das operações de manutenção, reduz o tempo da procura de documentação e diminui a probabilidade de falha humana. Desta forma contribui para o aumento da eficácia das operações e a diminuição dos custos.

Este projeto integra-se numa presença mais ambiciosa do ISQ no âmbito do maior programa europeu de liderança industrial de investigação e desenvolvimento tecnológico no sector da aeronáutica, o Clean Sky 2.

O Clean Sky é uma parceria público-privada entre a Comissão Europeia e o setor aeronáutico europeu para: integrar tecnologias de ponta nas aeronaves; demonstrar configurações inovadoras para as aeronaves e possibilitar mudanças a nível do desempenho ambiental e económico.

Graças às tecnologias já desenvolvidas por este consórcio, as futuras aeronaves consumirão cerca de 20 a 30% menos combustível e emitirão cerca de 20 a 30% menos dióxido de carbono, terão ainda níveis de ruído inferiores (em relação a 2014) numa percentagem semelhante.

ISQ

ISQ

O ISQ é uma entidade privada, independente, com sede em Portugal e que oferece aos seus clientes um vasto conjunto de serviços de Engenharia, Consultoria Técnica, Inspeções Técnicas, Ensaios e Testes e desenvolve também atividades de I&DT e Inovação.

Estes serviços são desenvolvidos pelo ISQ, ou pelas suas empresas participadas, recorrendo a equipas multidisciplinares e apoiadas em mais de 20 laboratórios acreditados. Os serviços são dirigidos aos sectores de Oil & Gas, Energia, Automóvel, Aeroespacial, Indústrias de Processo, Saúde, Transportes, Mobilidade, entre outros.
ISQ
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer contribuir para a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.