Grupo ISQ disponível para ajudar no combate à legionella

“De uma forma geral, constata-se que, apesar das várias sensibilizações realizadas pelas entidades competentes e da existência de legislação, o facto de ter deixado de ser obrigatório o controlo da avaliação da qualidade do ar aquando da emissão do certificado energético, verifica-se um défice na realização desta avaliação e na definição dos programas de manutenção que permitem assegurar o controlo da Legionella”, alerta Maria Manuel Farinha, responsável do departamento de segurança e ambiente/consultoria técnica e inspecção do ISQ.