Conceptual image of vision and innovation

Inovar no caminho para a Indústria 4.0

Sustentabilidade, Indústria 4.0, Inovação, Tranformação Digital

O ISQ acumula quatro décadas de experiência no desenvolvimento tecnológico envolvendo parceiros nacionais e internacionais. A inovação tem sido o farol do ISQ no seu percurso e a colaboração com entidades científicas, tecnológicas e empresariais o meio privilegiado de explorar sinergias e mais-valias que têm conduzido o ISQ a um elevado patamar de relevância no contexto industrial.

por Helena Gouveia e Ana Cabral

Inovar com ambição

“fazer mais com menos”.

A frase lê-se no site que apresenta o projeto MAESTRI, iniciativa que reúne um grande consórcio europeu em torno de um objetivo ambicioso. O que se pretende é o desenvolvimento de um “ sistema integrado de gestão de energia e recursos na indústria, assente em metodologias inovadoras de caracterização da eficiência dos processos industriais, em estratégias de incorporação dos princípios da ecoeficiência e de melhoria contínua em toda organização.

Cabe ao ISQ assegurar a coordenação deste projeto, inscrito no programa de financiamento Horizonte 2020, e que congrega algumas das mais prestigiadas instituições europeias na área de I&Di. Ao assumir a coordenação deste projeto, o ISQ evidenciou as capacidades que adquiriu ao longo de décadas: competência técnica, aposta em soluções inovadoras e perfil de liderança.

AdobeStock 301204371

MAESTRI

Projeto europeu de investigação e desenvolvimento que visa a criação de um sistema integrado de gestão da energia e recursos, com o objetivo de desenvolver e aplicar metodologias de promoção da ecoeficiência na indústria: “fazer mais, com menos recursos”

O ISQ coordena um consórcio de 15 parceiros europeus oriundos de 5 Estados-Membros (Portugal, Alemanha, Itália, Polónia e Reino Unido).

O MAESTRI, desenvolvido no âmbito da atividade de I&Di, é um dos melhores exemplos do esforço em curso, em
Portugal e no Mundo, para adaptar os processos de gestão e produção aos desafios da chamada Indústria 4.0.
Uma evolução que implica não só o uso da tecnologia para melhorar a forma de produzir – aumentando a eficiência e reduzindo custos – mas também para garantir os objetivos da sustentabilidade e respeito pelos valores ambientais.

Na área da Indústria, a estratégia do ISQ para reforçar a sua excelência técnico-científica e apoiar as empresas no aumento da sua maturidade tecnológica foi apostar no desenvolvimento de novos conhecimentos e demonstrar os resultados de I&Di existentes em aplicações industriais. Daí a aposta na Inteligência Artificial, Big Data e Data Analytics, onde continuará a investir recursos, pela sua importância vital nos novos paradigmas industriais.

Neste âmbito, as principais linhas estratégicas de investigação têm-se centrado na robótica e automação de processos, no desenvolvimento de tecnologias avançadas de processamento de materiais ou no desenvolvimento de aplicações recorrendo às tecnologias de realidade virtual e aumentada.

a estratégia do ISQ para reforçar a excelência técnico-científica e apoiar as empresas foi desenvolver novos conhecimentos e demonstrar os resultados de I&Di em aplicações industriais.

A atuação do ISQ tem sido norteada pelas tendências tecnológicas, tendo também em atenção as políticas e estratégicas nacionais e europeias e os objetivos de competitividade e emprego. Neste trabalho, o ISQ conta com uma equipa de investigadores multidisciplinar onde predomina, como formação de base, a engenharia, sobretudo nos domínios da mecânica, materiais, eletrónica e química. Cerca de metade dos investigadores são mestres ou doutorados.

Na atual organização do I&Di, o setor da Indústria é trabalhado pela totalidade das suas quatro unidades de I&Di: Baixo Carbono e Eficiência de Recursos; Materiais e Tecnologias; Sistemas Inteligentes e Digitais e Formação e Qualificações.

Um percurso feito de parcerias

A aposta do ISQ na área do I&D iniciou-se no final da década de 1970, com a criação de um departamento próprio, em parte resultado de importantes investimentos na formação avançada de recursos humanos em prestigiadas universidades europeias e no Instituto de Soldadura Francês.

Numa fase inicial, os projetos de I&D do ISQ enquadravam-se nas áreas de materiais, processos de soldadura, ensaios mecânicos e não destrutivos, áreas que correspondiam às principais competências do instituto e às necessidades do mercado de então. A adesão de Portugal à Comunidade Europeia trouxe um vasto leque de oportunidades.

AdobeStock 417162790

SCALER

Aumentar a adoção da Simbiose Industrial (SI) na Europa. A inovação consiste na produção de ferramentas e métodos direcionadas para vários stakeholders com vista a facilitar a identificação do potencial, análise de viabilidade e implementação de sinergias que permitam uma gestão coletiva de recursos e resíduos. Um dos objetivos é a conceção de uma base de dados de tecnologias facilitadoras de SI.

O ISQ coordena o projeto, em que participam a Universidade de Cambridge, Universidade de Chalmers, Climate KIC, STRANE Innovation e Quantis.

O ISQ começou a participar em diversos programas de financiamento Europeu, desde o ECSC -European Coal and Steel Community, passando pelo programa BRITE/EURAM e, naturalmente, os vários Programas Quadro da União Europeia que se lhe seguiram, desde o 4º Programa Quadro até ao atual Horizonte 2020.

Os investimentos significativos do ISQ em atividades de I&Di revelam a importância acrescida que esta área tem vindo a ganhar, até porque representa um esforço acrescido para a organização quando está em causa a coordenação de projetos, o que tem acontecido cada vez mais. Nestes casos, o assumir do papel de coordenação é avaliado tendo em conta a mais-valia, reputação e impacto que o projeto possa trazer.

SIM4.0ISQ

SIM 4.0

Sistemas Inteligentes de Monitorização

O projeto SIM 4.0, apresentado e financiado no âmbito do Sistema de Apoio a Ações Coletivas – SIAC, tem por objetivo principal transferir conhecimentos científicos e tecnológicos para o tecido industrial, contribuindo desta forma para suprir algumas falhas de informação e de conhecimento sobre tecnologias avançadas e sua aplicação em sistemas industriais.

Também a participação como parceiro em iniciativas de I&D por convite de entidades externas é sempre avaliada caso a caso. O objetivo desta participação pode estar centrado não apenas no desenvolvimento e na inovação, mas também na capacitação técnico-científica, no posicionamento em novos mercados e geografias e na criação de novas parcerias estratégicas.

A atividade de I&D ao longo das últimas quatro décadas permitiu, assim, criar uma vasta rede de entidades parceiros nacionais e europeus, que inclui universidades, institutos politécnicos, entidades do sistema científico e tecnológico, autoridades públicas, empresas produtoras e utilizadoras de tecnologia em diferentes setores industriais, assim como com empresas que desenvolvem novas soluções. Esta permanente ligação com os mais importantes intervenientes no setor tem permitido ao ISQ manter-se sempre a par de novas tecnologias, metodologias e produtos.

3D printer printing metal

IMPRESSÃO 3D INDUSTRIAL

O ISQ NA MANUFATURA ADITIVA

MULTI-FUN: Performance multi-funcional através de fabrico aditivo

O principal objetivo do projeto é promover um ganho significativo de desempenho e eficiência nos produtos de fabrico de aditivo metálico através da completa integração de multi-funcionalidades. Além disso, o projeto permitirá o design de vários materiais em peças de metal 3D geometricamente complexas sem limitação de tamanho por tecnologias inovadoras e económicas de fabrico aditivo.

HIPA2L: High Performance Additive manufacturing of Aluminium alloys

O ISQ foi convidado a integrar o projecto HiPA2l (High Performance Additive manufacturing of Aluminium alloys) que tem como objetivo desenvolver novas ligas de alumínio, destinadas a processos de fabrico ou manufatura aditiva, sob a forma de fio de soldadura, para a construção de componentes camada a camada.

SAM: Sector Skills Strategy in Additive Manufacturing

O projeto SAM visa o desenvolvimento de competências técnicas para qualificar os jovens interessados em trabalhar no setor do fabrico aditivo na Europa. O projeto tem como objetivo definir uma estratégia de qualificações para este setor, incluindo técnicas como a impressão 3D.

helenagouveia

R&Di programmes manager at ISQ

insights relacionados

mais tópicos

Aeronáutica/Aeroespacial (8) Agricultura e Agroindústria (1) Energias Renováveis (7) hidrogénio (7) Indústria 4.0 (8) Inovação (10) Saúde e Life Sciences (4) Sustentabilidade (25) Tranformação Digital (7) Turismo (2)

+ insight

Política de Privacidade

Contribua


Sendo um projeto iniciado pelo ISQ, o insight está aberto a contributos de todos que queiram participar e possam trazer a sua visão, estudos científicos e opinião fundamentada para enriquecer os temas e o debate.

Se a sua atividade está ligada à investigação ou à análise e implementação de medidas nos tópicos aqui debatidos, contacte-nos com o formulário anexo.