ISQ e SGS estabelecem parceria para a certificação de máscaras para uso social

O ISQ e a SGS Portugal acabam de estabelecer uma parceria para dar resposta ao mercado da certificação acreditada de máscaras para uso social. O ISQ, através das suas atividades laboratoriais, e a SGS Portugal, como organismo de certificação, unem esforços para dar uma resposta de excelência e independente à indústria portuguesa, onde as máscaras já significam 8 % nas exportações da indústria têxtil.

As máscaras para uso social na Europa e em Portugal passaram a ter novas regras e, agora sim, pode falar-se em máscaras certificadas que garantem a segurança e proteção adequadas, permitindo fornecer um maior nível de confiança aos consumidores, reguladores, industriais e todas as demais partes interessadas, de que o produto “máscaras para uso social” está conforme face aos requisitos especificados.

À luz da evolução da situação da pandemia de coronavírus na Europa, e após o pedido urgente da Comissão Europeia,  o CEN -Comité Europeu de Normalização desenvolveu um novo acordo no âmbito das máscaras para uso social, o CWA 17553:2020- Community face coverings – Guide to minimum requirements, methods of testing and use. Neste guia constam os requisitos mínimos, métodos de ensaio e formas de utilização de máscaras para uso social, estando assim estabelecidas as condições a nível comunitário para o fabrico, design e nível de desempenho destes produtos.

Complementarmente, o IPQ – Instituto Português da Qualidade – publicou o Documento Normativo Português Especificação Técnica DNP TS 4575:2020 Máscaras para uso social – Requisitos para a certificação, onde vêm estabelecidos os requisitos para a certificação acreditada de máscaras para uso social e o respetivo esquema de certificação. Este documento serve de apoio aos fabricantes que queiram certificar o seu produto – máscaras para uso social, com base nos requisitos do CWA 17553.

Neste contexto e com base numa estratégia de cooperação, o ISQ, entidade laboratorial de referência em Portugal que atua no âmbito da realização dos ensaios aplicáveis às máscaras para uso social, e a SGS Portugal, entidade certificadora líder à escala mundial, duas entidades tradicionalmente concorrentes, agregam competências e experiência para tornar o processo de certificação de máscaras para uso social mais célere e com a habitual garantia de independência, rigor e confiança que caracterizam ambas as entidades.

Besma Kraiem, administradora do ISQ, explica que “a decisão de estabelecer esta parceria excecional, entre duas entidades de referência a nível nacional, reflete o compromisso e a determinação do ISQ em continuar a apoiar os esforços da indústria portuguesa na produção de máscaras para uso social”.